fbpx

O leite materno é produzido pela ação de vários hormônios que atuam no organismo da mulher muito antes do nascimento do bebê, por isso pode ter vários tons. Sendo eles: esbranquiçado, amarelado, esverdeado e azulado, sem oferecer risco ao bebê.
Nos primeiros dias de amamentação a coloração é amarelo gema, espesso e rico em proteínas e anticorpos, eficaz na proteção do bebê contra possíveis infecções. 
A partir da segunda semana, há o aparecimento do leite de transição de cor amarelo claro. E após a terceira semana, surge então o leite maduro na cor mais embranquecida. Além disso, No início da mamada, por exemplo, o leite que sai primeiro do peito apresenta maior quantidade de água e proteína, por isso possui tonalidade semelhante à água de coco. 
No meio da amamentação, há mais concentração de proteína e a coloração é próxima ao branco-opaco. No final, aumenta a quantidade de gordura e o leite tende a ter cor amarelada. 


Fonte: www.millarhidrata.com.br

Leave a comment

V