Muitas mulheres sofrem com a displasia mamária, antes ou depois de se tornarem mães. O problema é caracterizado por alterações nos seios, como dor, inchaço, espessamento e nódulos que, geralmente, aumentam no período pré-menstrual devido aos hormônios femininos. Por não ser uma doença, seus sintomas tem cura, mas precisa ser tratada.

As causas de displasia mamária estão relacionadas com os hormônios femininos. As mulheres geralmente sentem alívio dos sintomas com a suplementação de vitamina E.

Tratamento

Quando os sintomas são muito fortes um mastologista deve ser procurado, ele recomendará alguns medicamentos. Além disso, ele também pode prescrever um suplemento de vitamina E para complementar o tratamento, pois esta vitamina ajuda na produção e equilíbrio dos hormônios femininos.

Em alternativa, a mulher também pode aumentar o consumo de alimentos e óleos corporais ricos em vitamina E como óleo de gérmen de trigo, sementes de girassol ou avelã, por exemplo.

Para aliviar a dor e os sintomas, a mulher deve evitar alimentos com sal e com cafeína, como café, chocolates, chá e refrigerante, aumentar a ingestão de líquidos e usar sutiãs largos que sustentam melhor as mamas.

V